Notícias



Projeto de lei das antenas de telefonia celular é aprovado por unanimidade

Projeto de lei das antenas de telefonia celular é aprovado por unanimidade
Visualize fotos

Com o objetivo de evitar instalações sem autorização do Poder Público, a Câmara de Sumaré aprovou nesta terça-feira, 17 de abril, durante a 11ª sessão ordinária do ano, o substitutivo ao projeto de lei nº 150/17 do vereador Marcio Brianes (PCdoB) que disciplina a instalação e o funcionamento de estação de rádio-base de telefonia celular no município.

Com o projeto aprovado por unanimidade pelos vereadores, cabe agora ao prefeito Luiz Dalben sancionar. Caso torne-se lei, a proposta disciplina a instalação e o funcionamento de postes, torres, antenas, contêineres e demais equipamentos que compõem as Estações Rádio-Base, destinadas à operação de serviços de telecomunicações.

Nas áreas públicas municipais, a permissão ou a concessão será outorgada por decreto do Poder Executivo e o permissionário ou concessionário não poderá utilizar a área cedida para finalidade diversa da aprovada, não poderá ceder a área a terceiros, não poderá realizar qualquer instalação nova ou benfeitoria na área cedida, sem a prévia e expressa aprovação da prefeitura, entre outras obrigações.

O projeto também prevê que a remuneração pelo uso do bem público municipal poderá ser estipulada em pecúnia, de acordo com o valor de locação do imóvel e a extensão da área cedida.

A instalação também deverá obedecer normas como, por exemplo, a distância mínima de 300 metros (trezentos metros) entre torres, postes ou similares; afixar, no local da instalação, placa de identificação visível com o nome da operadora do sistema, telefone para contato e número da autorização municipal; observar os recuos devidos das divisas dos lotes; entre outras normas.

A instalação de estação rádio-base fica condicionada a alvará de construção que deverá ser solicitado na prefeitura com os documentos determinados no projeto. O texto do projeto prevê que, caso seja constatado o descumprimento das normas, os responsáveis serão intimados para regularização ou retirada do equipamento no prazo máximo de 30 dias. Não atendida a intimação, será lavrado auto de imposição de multa administrativa. Em caso de reincidência há ainda outras punições.

Para as estações já instaladas, o projeto determina o prazo de 90 dias para adequação, caso o projeto torne-se lei.



Versão para Impressão

Fique por dentro

Outras Notícias

Sérgio Rosa pede rotatória na Avenida Euclides Fuzel Filho

16 de janeiro de 2019

  Vereador aproveitou para entregar abaixo-assinado de moradores dos condomínios Sabiá 1 e 2, no Parque João de Vasconcelos   O vereador dr. Sérgio Rosa (PDT) protocolou na tarde desta terça-fei...

Leia Mais

Professor Edinho promove Campanha do Laço Branco na Câmara de Sumaré

15 de janeiro de 2019

  Audiência pública marcada para o dia 30 de janeiro faz parte do mês de mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres   O vereador Professor Edinho (Rede) promove no dia 30 de...

Leia Mais

Presidente da Câmara de Sumaré recebe visita dos moradores da Vila Soma

12 de janeiro de 2019

  Willian aproveitou para comunicar que a ocupação vai ganhar um módulo de saúde a ser instalado pela prefeitura para atendimento das famílias    O vereador Willian Souza (PT) abriu o gabinete...

Leia Mais

Willian Souza recebe visita do prefeito Luiz Dalben

11 de janeiro de 2019

  Chefe do Executivo parabenizou o novo presidente e desejou boa sorte no biênio 2019-2020   O presidente da Câmara de Sumaré, vereador Willian Souza (PT), recebeu nesta quinta-feira (10) a visi...

Leia Mais

Sebastião Correa pede muro de arrimo às margens do Tijuco Preto

10 de janeiro de 2019

  Vereador solicitou ainda limpeza, dragagem e desassoreamento do córrego que corta a região do Matão   O vereador Sebastião Correa (PTB) protocolou nesta quinta-feira (10) ofício na Prefeitura...

Leia Mais

Câmara de Sumaré fecha 2018 com quase 5 mil proposituras

10 de janeiro de 2019

  Balanço divulgado pela Secretaria aponta que parlamentares produziram, em média, 400 documentos oficiais por mês   A Câmara Municipal de Sumaré fechou 2018 com 4.840 proposituras, entre projet...

Leia Mais

 

Copyright 2019 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.